Histórico

O Instituto Bom Pastor (IBP) é um instituto sacerdotal, uma “Sociedade de Vida Apostólica” de direito pontifício. Isto quer dizer que seus membros são sacerdotes seculares e não religiosos - muito embora vivam em comunidade nas casas do Instituto-, e que este se encontra sob a autoridade direta da Santa Sé.

 

Padre Philippe Laguérie, Superior Geral do IBP.


Ele foi fundado em Roma, no dia 8 de setembro de 2006, festa da Natividade de Santíssima Virgem, sob o pontificado e os auspícios do Papa Bento XVI. Neste dia, os estatutos do IBP foram aprovados em nome da Santa Sé pelo então prefeito da Congregação para o Clero, o Cardeal Dario Castrillon-Hoyos.

 

Fundação do IBP. Cardeal Hoyos ladeado pelos padres Laguérie e de Tanouarn à sua direita e pelos padres Aulagnier e Héry à sua esquerda.



Já em outubro de 2006, fundou-se em Courtalain, na diocese de Chartres, um seminário internacional, sob a proteção de São Vicente de Paulo, para a formação dos futuros padres do Instituto, e que recebeu imediatamente várias vocações francesas, brasileiras, polonesas, bem como chilenas, colombianas, espanholas, portuguesas et africanas.

 

Seminário São Vicente de Paulo em Courtalain, diocese de Chartres (França)


Em data de 1º de fevereiro de 2007, o Instituto foi acolhido pelo Cardeal Jean-Pierre Ricard na Arquidiocese de Bordeaux, erigindo a Igreja Saint-Eloi, localizada no centro da cidade, em uma paróquia pessoal para a celebração da Missa Tradicional, e a confiando ao IBP. A Paróquia Saint-Éloi é, assim, a primeira e principal casa do Instituto.

 

Sua Eminência Reverendísima Dom Jean-Pierre Cardeal Ricard, arcebispo metropolitano de Bordeux, e o Revmo. Pe. Laguérie no momento da assinatura do decreto de criação da Paróquia Santo Elígio em 1º de fevereiro de 2007.

O IBP reúne atualmente 28 padres que estão ao serviço de várias dioceses, seja na França (Paris, Bordeaux, Chartres, Meaux, Versailles, Le Mans, Blois), na Polônia (Białystok), na Colômbia (Arquidiocese de Bogotá), no Brasil (Brasília, São Paulo, Belém), na Uganda (Kampala) e em Roma. Esses padres exercem os seus respectivos apostolados no interior de pequenas comunidades, no quadro de paróquias pessoais ou territoriais, ou ainda em escolas primárias ou do Ensino Fundamental.

 

Please publish modules in offcanvas position.